Alemanha despede-se de Angela Merkel

Eleita para liderar 80 milhões de alemães por 16 anos, deixa a liderança de seu partido e da Alemanha após as eleições deste próximo Domingo 26 de setembro (2021). Apelidada de “A Senhora do Mundo”, cumpriu seu papel com habilidade, dedicação, sinceridade e honestidade.

Uma físico-químico originária da antiga Alemanha Oriental, não foi tentada pela moda ou pelo iluminismo. Não comprou imóveis, carros, iates ou aviões particulares. Já morava e continuou morando em apartamento normal como qualquer outro cidadão.

Em uma entrevista coletiva, um repórter perguntou a Merkel: – Notamos que a Sra. está usando o mesmo terno, de sempre. Não tem um diferente? Ela
respondeu: “Sou funcionária do governo e não modelo”

Em outra coletiva, perguntaram-lhe: Você tem empregadas que limpam sua casa, preparam suas refeições? Sua resposta: “Não, não tenho e não preciso deles. Meu marido e eu fazemos esse trabalho, todos os dias”.

Em seguida, outra pergunta: Quem lava a roupa, você ou seu marido? Sua resposta: “Eu arrumo a roupa e meu marido liga a máquina de lavar, geralmente à noite, porque a energia elétrica está mais disponível e o mais importante: tomamos cuidado para não causar qualquer inconveniente para os vizinhos, felizmente, a parede que separa nosso apartamento dos vizinhos é grossa”.

Concluiu a entrevista dizendo: “Eu esperava que vocês me perguntassem sobre os sucessos e fracassos de nosso trabalho no governo ??!!!”

Merkel deixará a posição de liderança do partido e a entregará a seus sucessores. A Alemanha e seu povo estão nas melhores condições.

Um verdadeiro exemplo a ser seguido por aqueles que têm aspirações de serem líderes tanto na área pública quanto nas corporações!