Palestra Nelson Motta

Uma delícia a conversa que tivemos ontem, em nossa reunião mensal de grupo Vistage, com o “mago da cultura brasileira dos últimos 50 anos”, Nelson Motta.

Tendo como pano de fundo “A SORTE”, fio condutor de sua auto biografia “DE CU PRA LUA”, Nelsinho falou de tudo e deu um show com sua naturalidade e simpatia.

Sobre ela, chamou-a de irresponsável, mas também, de “muito divertida”. Um “buscape, sem rabo”! Muitas vezes gruda nas piores pessoas. Considerando sua aleatoriedade, quando premiados, precisamos saber usá-la. A “Ética da Sorte”!

Como o ambiente empresarial tende a ter um viés mais racional, mais cético, comentou sobre a importância, do “acreditar”. Sem desprezar a importância do trabalho e da dedicação.

Sobre a difícil fase que atravessamos e o ano que se inicia, vê sinais positivos. A derrota do Trump e o desgaste do Bolsonaro, são alguns deles. Mas atravessar este ano sem um pouco de sorte vai ser difícil.

Quando instigado para fazer um auto elogio citou o “seu bom coração” como o que tem de melhor. “Para mim, a mãe de todas as sortes.”

Finalizou, falando o bem que o amor faz, inclusive para a sorte, e do mal que faz o ciúme.

Uma excelente conversa. Não somente para a alma, mas também para quem vive o dia a dia dos negócios.