O Vazio e a Ocupação do Tempo

Recebi, nesta primeira segunda-feira do ano, algumas ligações logo pela manhã. Eram ligações que encobriam a angústia de quem ligava. Ora cobrando decisões sobre compra de algo que havia ficado pendente, ora oferecendo serviços e produtos. Nada mais impróprio.

Início de ano é tempo de recomeçar. Muitos de nós estamos ansiosos. É como se já entrássemos o ano com culpa por conta das paralizações das festas de final de ano.

Uma grande maioria é hoje, viciada em trabalho. Estamos imbuídos que precisamos agir rápido para colhermos bons frutos, bons resultados.

Nada contra. Mas faça isto de forma consciente. Tenha cuidado. Não se apresse mais que o tempo. Saiba respeitar, aproveitar as pausas.

O ócio pode e é estimulante para a geração de novas ideias. Procure não se apressar mais que o próprio tempo. Procure não ocupar o seu vazio com ocupações desnecessárias.

Cada ação tem o seu tempo. Reconhecer este tempo certo está na raiz de todo o sucesso!